Visão Geral









O que é Amigdalite?







A amigdalite é a inflamação e o inchaço nas amígdalas. Amígdalas são gânglios linfáticos localizados na parte superior da garganta e na parte de trás da boca. Elas ajudam a manter bactérias e outros germes longe de locais em que possam causar infecções.







Causas







Amigdalite é geralmente causada por vírus, mas também pode haver infecção bacteriana.



A bactéria mais comum entre as causas de amigdalite é a Streptococcus pyogenes, mais conhecida como estreptococo do grupo A, também responsável por outras condições, a exemplo da faringite. Outras bactérias também podem estar envolvidas no desenvolvimento da doença.







Fatores de risco







Alguns fatores são considerados de risco para o desenvolvimento de amigdalite. Confira:





Idade: pessoas mais jovens costumam ter mais chances de apresentar a doença do que pessoas mais velhas. Geralmente, amigdalite aparece em crianças e préadolescentes.

Exposição a vírus e bactérias também pode levar à amigdalite, especialmente em crianças que frequentem creches e escolas.









Sintomas









Sintomas de Amigdalite







Alguns sintomas são característicos da amigdalite. Veja:





Amígdalas inchadas e vermelhas

Manchas brancas ou amareladas nas amígdalas

Dor de garganta

Dificuldade e dor ao engolir

Febre

Nódulos linfáticos no pescoço

Voz rouca

Dor de estômago, especialmente em crianças pequenas

Mau hálito

Dor de cabeça

Pescoço rígido.

















Diagnóstico e Exames









Buscando ajuda médica







Procure um especialista se estiver com dor de garganta por mais de 24 horas e se ela vier acompanhada de dificuldade de deglutição e de sensação de cansaço, fadiga e fraqueza.



Na consulta, descreva todos os seus sintomas ao médico e aproveite para tirar todas as suas dúvidas. Esteja também preparado também para responder às perguntas do médico. Veja exemplos:





Quando os sintomas começaram?

Você ou sua criança apresentaram febre e dificuldade de deglutição?

Há alguma medida que alivie os sintomas, como analgésicos e bebidas quentes?

Os sintomas apresentados são frequentes ou ocasionais?









Diagnóstico de Amigdalite







Para realizar o diagnóstico será feito um exame físico, no qual o médico examinará a boca e a garganta para ver se as amígdalas estão inchadas, o hálito e também o pescoço do paciente.



Depois disso, alguns exames poderão ser solicitados pelo especialista:





Contagem de células sanguíneas

Teste de mononucleose

Exame rápido para detecção do antígeno

Cultura da superfície da garganta.









Tratamento e Cuidados









Tratamento de Amigdalite







Se uma bactéria como uma estreptocócica estiver causando a amigdalite, antibióticos serão receitados para curar a infecção. Os antibióticos podem ser ministrados por injeção ou por via oral durante dez dias.



Se o médico prescrever medicamentos, não interrompa o tratamento só porque o desconforto passou, caso contrário a infecção não vai ser curada.



Cuidados caseiros também são uma boa dica para tratar amigdalite.



Algumas pessoas com reincidência da infecção podem precisar de cirurgia para remover as amígdalas, bem como pessoas que apresentam sintomas diferenciados, como dificuldade para respirar, e pessoas que não respondem ao tratamento. Nesses casos, ela terá que passar pela cirurgia de retirada das amígdalas, que tem rápida recuperação.















Convivendo (prognóstico)









Convivendo/ Prognóstico









Repouso

Beber líquidos frios e chupar picolé

Beber líquidos leves, principalmente mornos (não quentes)

Fazer gargarejos com água morna salgada

Usar pastilhas para reduzir a dor (as pastilhas não devem ser usadas em crianças porque podem causar engasgamento)

Tomar medicamentos vendidos sem receita para reduzir a dor e a febre. NÃO dê aspirinas a crianças. Aspirinas têm sido associadas à síndrome de Reye

Umidificar o ar para, assim evitar a irritação na garganta.









Expectativas







Os sintomas de amigdalite costumam desaparecer de dois a três dias depois do início do tratamento. A infecção geralmente é curada após o término do tratamento, mas algumas pessoas podem precisar de mais um ciclo de antibióticos.



As complicações de amigdalite causada por estreptococos não tratada podem ser graves. Crianças com amigdalite associada à infecção estreptocócica ou à faringite devem geralmente resguardar em casa até que tenham tomado os antibióticos por 24 horas. Isso ajuda a reduzir a transmissão da doença.







Complicações possíveis







Amigdalite pode levar a complicações mais graves, como:





Dificuldade para respirar, causada pela obstrução das vias respiratórias devido a amígdalas inchadas

Desidratação causada por dificuldade na ingestão de líquidos

Insuficiência renal

Abscesso perintonsilar ou abscesso em outras partes da garganta

Faringite bacteriana

Febre reumática e transtornos cardiovasculares associados a ela.









Prevenção









Prevenção







Algumas medidas podem ajudar a prevenir o desenvolvimento da amigdalite. Veja:





Lave as mãos frequentemente. Elas são a principal porta de entrada para muitos vírus e bactérias.

Evite compartilhar itens de uso pessoal, como talheres e escovas de dente.